segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Certificação Linux LPI ou Faculdade?




O objetivo desse artigo não é responder a pergunta do tema, uma vez que não existe apenas uma resposta para essa questão. Queremos apenas ampliar a visão sobre qual a melhor opção para cada caso.

Hoje em dia, uma das grandes dúvidas que os iniciantes da aréa de TI carregam com si por um longo tempo é a seguinte: “Faculdade ou Certificação? Qual a melhor opção?”.




Isso é fato, e todos já sabem: o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo. As empresas exigem cada vez mais de seus funcionários.

O profissional de hoje em dia deve ser flexível, estar adaptado a mudanças, saber parar no meio de uma tarefa e iniciar outra. Ser paciente com seus amigos de trabalho, educado. Ou seja, levar harmonia para o ambiente empresarial. Esses e muitos outros fatores são de extrema importância para um profissional, independente de sua aréa. E com certeza esses fatores são um dos primeiros a serem analisados por uma empresa, durante a contratação de um funcionário.

Lógico que essas qualidades citadas acima estão relacionadas com a personalidade de uma pessoa. Nem todas possuem todas essas qualidades, porém possuem outras. O ponto chave é colocar em prática, dar a devida utilidade às qualidades que possuem.

Além da personalidade, outro ponto fundamental para um profissional é sua experiência prática. Existem alguns tipos de profissonais, vejamos alguns:

* Profissional com muita experiência prática em seu ramo, porém sem universidade e sem certificação.

* Profissional com muita experiência prática em seu ramo, formado em uma universidade e sem uma grande certificação.

* Profissional com muita experiência prática em seu ramo, formado em uma universidade e com uma grande certificação.

* Profissional sem muita experiência prática em seu ramo, porém formado em uma universidade e com uma grande certificação.

Qual seria o perfil ideal? Profissional formado em uma universidade? Ou profissional com uma bela certificação, como LPI,Red Hat, etc? Ou uma combinação entre universidade, certificação e experiência?

Não tenham dúvidas, a combinação citada acima (universidade, certificação e experiência) é a combinação ideal hoje em dia.

Como citado anteriormente, o mercado de trabalho necessita de profissionais completos, com vasta experiência em sua aréa e uma bela formação. Além disso, paciência, inteligência, coragem, esforço, harmonia, etc, devem estar presentes na personalidade dos profissionais.

Mas para quem está iniciando não é tão simples assim. Uma faculdade hoje em dia dura cerca de 4 anos, e para obter uma certificação LPI-3, iniciando do zero, ou seja, fazendo treinamentos, estudando bem para os exames, cerca de um ano e meio é suficiente.

Aí surge a grande dúvida: “O que fazer primeiro?” Essa é uma pergunta extremamente complicada de ser respondida.

Sempre que me perguntam sobre esse tema, respondo o seguinte: “Você deve fazer o que achar melhor, pense por si mesmo e decida”.

Não existe fórmula, e depende de caso para caso. Se você precisar de um emprego rapidamente, com certeza a certificação seria uma boa opção. Agora, se você deseja uma formação mais sólida, e o emprego não é prioridade, a faculdade seria a melhor opção.

Agora, para quem tiver condições, o ideal seria fazer a faculdade e ao mesmo tempo se preparar para a certificação. Não é uma tarefa fácil, pois quem faz uma universidade hoje em dia, trabalha o dia inteiro para “bancar” essa universidade. Ou seja, trabalha o dia inteiro e faz faculdade a noite. Como conseguir tempo para se preparar para uma certificação? Realmente é complicado, mas nada impossível. É só querer.

Acredito que vale a pena o esforço de se dedicar integralmente aos estudos para uma boa certificação. Os resultados serão ótimos, com certeza.

Posso estar enganado, mas as faculdades estão ultrapassadas hoje em dia. A maioria dos cursos universitários não são cursos específicos. Por exemplo, um curso de Sistemas de Informação. Nesse curso são ministradas matérias de redes, banco de dados, multimídia, análise de sistemas, programação, sistemas operacionais, etc. Ou seja, quem faz esse curso não é especialista em nada ... Ele apenas sabe um pouquinho de cada aréa. Aí está o problema, como é que essa pessoa vai conseguir um bom emprego? Podemos ir mais longe, em qual aréa ela vai procurar um emprego? Redes? Programação? Internet?

Entre as empresas existe algo chamado “Mente Coletiva”. Ou seja, um bom profissional obrigatóriamente deve ser formado em uma universidade. Quem disse isso? De onde surgiu isso? Ou seja, a grande maioria simplesmente faz uma faculdade sem saber o porque. Fazem porque as empresas só contratam quem tem um curso superior. Um profissional com experiência, certificação LPI, com uma personalidade boa, tem um salário até 10 vezes maior do que um profissional que possui apenas 1 faculdade.

É preciso coragem para sair dessa “Mente Coletiva” e fazer aquilo que realmente achamos melhor. Em nosso mundo não existem pessoas iguais, todos são diferentes. Portanto, cada um tem que tomar suas decisões, por si próprio. Ou seja, ampliar o entendimento de que muitas vezes tomamos decisões que não partiram de dentro de nós mesmos.

Vejam que nosso mundo não é simples. Por isso eu torno a dizer: façam aquilo que acharem melhor, e não aquilo que os outros acham melhor.

É isso amigos. Espero ter colocado um pouco mais de conflito em suas decisões. Pensem bem, reflitam, desenvolvam qualidades em suas personalidades. Sabemos que isso não é fácil, más depende do querer de cada um. Certificação ou Faculdade?...

3 comentários:

Fabio (VENENOSOBR) disse...

Parabens pelo o seu artiogo esta muito bom. O meu cunhado veio pergunta para mim estes dias se era melhor uma faculdade ou certificação dei a mesma resposta para ele . Hoje o mercado de trabalho não pega pessoas que não tenha faculdade, cada vez mais exigente onde uma vaga de estagio, as empressas querem que saibam programa. Dificilmente você encontra emprego para tec. informática pois já foi a epoca.

9 de setembro de 2009 21:17
Agnaldo disse...

Fabio, acredito que pra quem está entrando no mercado agora é bem mais dificil, dó que a 10 anos atrás, hoje é exigido muito mais das pessoas, e sempre acaba gerando essa duvída. Espero ter ajudado você em tirar essa duvída.

obrigado pela participação. vlew.

10 de setembro de 2009 08:29
Anônimo disse...

Mais uma certificação
A Certificação CPLT (Certified Professional Linux Training) já nasceu grande, hoje reconhecida nos estados de Mato Grosso, Rondonia, Acre, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

3 de março de 2010 15:39

Postar um comentário